Marcelo Moreno prega atenção e respeito a equipe catarinense


Cruzeiro/Divulgação
Da Redação / Angel Drumond
O centroavante Marcelo Moreno vive, novamente, uma grande fase no time do Cruzeiro. Autor de sete gols no Campeonato Brasileiro e dois na Copa do Brasil, o camisa 18, tem a chance, neste sábado, de ampliar sua marca diante da Chapecoense no Mineirão.
O goleador celeste sabe que o jogo não será fácil. A equipe comandada por Celso Rodrigues tem como ponto forte a marcação e os contra ataques. Foi dessa maneira que o time catarinense venceu grandes adversários na competição, inclusive jogando fora de casa.
“Acho que a atenção tem que ser sempre a mesma, sabemos que são jogos assim que podem complicar. Temos que entrar respeitando o time rival, para não ser surpreendido. Tivemos um jogo pela Copa do Brasil onde todos falavam que era um time de menor expressão, porém o Cruzeiro entrou para fazer o resultado”, disse o centroavante.
Moreno confia muito nos companheiros do elenco e relaciona sua boa fase na equipe estrelada com o ambiente de trabalho vivido na Toca da Raposa. O flecheiro azul, assim chamado pela nação celeste, se sente tão bem jogando pelo Maior de Minas que cogitou se aposentar atuando pelo tricampeão brasileiro.
“Vivo muito bem no Cruzeiro, sinto que estou em casa. A torcida me abraçou quando cheguei, e isso me da muita confiança para fazer as coisas dentro de campo. Com certeza quero ficar, quero me aposentar aqui no Cruzeiro. Deixo nas mãos de Deus, mas tenho certeza que as coisas vão acontecer da melhor maneira e eu vou ficar aqui”, finalizou.

Mais uma página heróica e imortal! Goleada marca a milésima vitória do Cruzeiro no Mineirão

Jogadores comemoram a 1000ª vitória da história celeste no Mineirão. Foto: Doug Patrício
Jogadores comemoram a 1000ª vitória da história celeste no Mineirão. Foto: Doug Patrício

Estádio: Mineirão, às 19h30
Data: 27 de agosto de 2014
Árbitro: Ranilton Oliveira de Souza (AM)
Auxiliares: Thiago Gomes Brigido (CE) e MárcioGleidson Correia Dias (BA)
Gols: Marcelo Moreno, aos sete minutos; Dedé, aos 17 minutos; Júlio Baptista, aos 34 minutos – Segundo tempo: Marcelo Moreno, aos nove minutos; Henrique, aos 42 minutos
Pagantes: 15.048 Renda: R$ 501.895,00
A goleada do Cruzeiro por 5 a 0 pra cima do Santa Rita, jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, entrou para a história celeste. Em grande estilo e com um futebol de primeira qualidade, a Raposa cravou a milésima vitória no Mineirão.
Com maior volume de jogo, um futebol envolvente e muita seriedade, os jogadores do Cruzeiro deixaram os adversários totalmente perdidos em campo e sem nenhum poder de reação.
Fábio foi um espectador privilegiado da partida. Não fez nenhuma defesa difícil e viu, de perto, Marcelo Moreno, duas vezes, Dedé, Júlio Baptista e Henrique concretizar mais uma goleada celeste no ano.
Além da milésima vitória do Cruzeiro no Gigante da Pampulha, a torcida celeste tem mais motivos para comemorar. O time está invicto há 10 jogos, não sofre gols há 515 minutos e está praticamente classificado para as quartas de final da Copa do Brasil.
Olho na Chapecoense!
O Cruzeiro volta as atenções para o Campeonato Brasileiro. Líder isolado da Série A com 39 pontos e sete a frente do São Paulo, a Raposa terá a Chapecoense pela frente, sábado, às 18h30, no Mineirão. A partida abrirá a 18ª rodada da competição, penúltimo do primeiro turno.
O jogo
Moreno abriu o caminho para a goleada sobre o Santa Rita. Foto: Doug Patrício
Moreno abriu o caminho para a goleada sobre o Santa Rita. Foto: Doug Patrício

Sem Ricardo Goulart e Éverton Ribeiro, o Cruzeiro apostou na velocidade de Alisson e Dagoberto para surpreender o Santa Rita, no Mineirão. O time alagoano veio com o propósito de se defender e segurar o marcador.
O ferrolho do Santa Rita resistiu por oito minutos. O primeiro gol estrelado surgiu após cruzamento de Lucas Silva para Marcelo Moreno. O boliviano subiu no meio dos dois beques adversários e marcou o primeiro gol celeste na partida.
Em busca de mais gols, o Cruzeiro não diminuiu o ritmo. Aos 15 minutos, Dagoberto quase deixou o dele. Alisson foi a linha de fundo e cruzou para Dagoberto que bateu de primeira. Jeferson fez uma defesa sensacional e impediu o segundo gol estrelado.
Não demorou muito para o Cruzeiro ampliar a vantagem. Aos 16 minutos, Alisson bateu escanteio pela direita e Dedé subiu livre para fazer o sétimo gol dele com a camisa celeste.
O mapa da mina era o lado direito do ataque celeste. Aos 25, Moreno quase fez o segundo dele na partida. Alisson cruzou pela direita, o zagueiro falhou e o artilheiro celeste bateu de primeira. A bola caprichosamente bateu na trave e saiu pela linha de fundo.
Lucas Silva testou o goleiro aos 32 minutos. Ele recebeu na intermediária e soltou um petardo. Jeferson espalmou e conseguiu segurar a bola antes de Marcelo Moreno complementar
Júlio Baptista deixou o dele no Gigante. Foto: Doug PatrícioJúlio Baptista deixou o dele no Gigante. Foto: Doug Patrício
Perdido em campo, o Santa Rita estava totalmente envolvido pelo toque de bola rápido do Cruzeiro. Mayke tinha total liberdade para atacar pela direita e, dos pés do prata da casa, surgiu o terceiro gol celeste. Ele cruzou na medida para Júlio Baptista que usou a cabeça e mandou no canto direito de Jeferson sem chance de defesa para o goleiro alagoano.
O Cruzeiro não tirou o pé do acelerador e quase fez o quarto gol no final do primeiro tempo. Alisson tabelou com Mayke na direita e cruzou na medida para Júlio Baptista que cabeceou mas a bola subiu e saiu por cima da meta do Santa Rita.
Sem diminuir o ritmo
Mesmo com três gols de diferença no placar, a Raposa não diminuiu o ritmo no início da etapa complementar. O Santa Rita continuava com dificuldades para chegar ao ataque e o Cruzeiro criava várias chances para ampliar a vantagem. Em menos de seis minutos Alisson e Marcelo Moreno, duas vezes, perderam gols incríveis.
Virou goleada!
Aos nove minutos, o Cruzeiro não teve dificuldades para transformar em goleada o bom triunfo na estreia na Copa do Brasil. Lucas Silva novamente arriscou de fora da área, o goleiro deu rebote e Marcelo Moreno, livre, tocou para o fundo do barbante.
Com a bela vantagem, Marcelo Oliveira decidiu mudar o time. Primeiro sacou Moreno para a entrada de Marlone deslocando Júlio Baptista para o comando do ataque. Depois promoveu a entrada do garoto Neílton na vaga de Alisson.
E foi dos pés de Marlone que quase surgiu o quinto gol estrelado. Após cobrança de escanteio, Dedé desviou e a bola sobrou para Marlone que, de primeira, acertou o travessão alagoano
Mão cheia!
O Cruzeiro aproveitou o desânimo do Santa Rita para encher a mão. O quinto gol saiu dos pés de Henrique. Após cruzamento de Dedé, a bola caiu nos pés do volante que não vacilou e encheu o pé.
Fim de jogo e o Cruzeiro cumpriu o objetivo proposto pelo técnico Marcelo Oliveira. Na próxima quarta-feira, o Cruzeiro vai a Arapiraca para o jogo de volta contra o Santa Rita. A Raposa pode até perder por quatro gols de diferença que avança para as quartas de final da Copa do Brasil.
O vencedor do confronto entre Cruzeiro e Santa Rica pega o classificado da chave entre Vasco e ABC. No primeiro jogo houve empate em 1 a 1, no Rio de Janeiro.
Cruzeiro 5 x 0 Santa Rita
Motivo: Oitavas de final da Copa do Brasil
Cruzeiro – Fábio, Mayke, Manoel, Dedé e Samudio, Lucas Silva (Willian Farias), Henrique, Alisson (Neílton) e Júlio Baptista; Dagoberto e Marcelo Moreno (Marlone) Técnico: Marcelo Oliveira
Santa Rita – Jeferson; Edy, Selmo Lima, Junior Carvalho e Jeanderson; Adriano, Cristiano Fontes, Edson Magal (Guêba) e Lucas (Rafael Soares) ; Rafael Silva e Reinaldo Alagoano Técnico:Eduardo Neto.

Fonte: 

Marcelo Moreno prega atenção e respeito a equipe catarinense Marcelo Moreno prega atenção e respeito a equipe catarinense

Cruzeiro/Divulgação Da Redação /  Angel Drumond O centroavante Marcelo Moreno vive, novamente, uma grande fase no time do Cruzeiro. ...

Mais uma página heróica e imortal! Goleada marca a milésima vitória do Cruzeiro no Mineirão Mais uma página heróica e imortal! Goleada marca a milésima vitória do Cruzeiro no Mineirão

Jogadores comemoram a 1000ª vitória da história celeste no Mineirão. Foto: Doug Patrício Estádio: Mineirão, às 19h30 Data: 27 de ago...

 
Layout por Layous Ceu Azul | Cruzeiro Torcedor | por: Willian Ernani