Inspirado em CR7, Judivan se destaca na pré-temporada e ganha apelidos

Na maioria das rodovias, a velocidade máxima permitida para vans e micro-ônibus é de 90 quilômetros por hora. Para as motos, 110 quilômetros por hora. O atacante do Cruzeiro, Judivan já mostrou que o estilo de jogo não faz jus ao final do nome. Mostrou que tem estrela e velocidade. Em quatro jogos com a camisa celeste chamou atenção dos torcedores por sua personalidade e ousadia. O primeiro gol, contra o Shakhtar, neste domingo, foi uma arrancada tão veloz que o fez ganhar alguns apelidos. 
- Agora tem as brincadeiras. Estão me chamando de Judimoto, Judi Van Persie, Judiavião. Tem várias. São apelidos carinhosos da torcida. 
Judivan recebeu o nome de sua avó, em homenagem a um falecido tio-avô. E o atacante mostra que tem muito bom humor. Leva as brincadeiras numa boa e garante que se tiver que escolher um dos apelidos fica a motocicleta, por causa de velocidade. 
Estão me chamando de Judimoto, Judi Van Persie, Judiavião. Tem várias. São apelidos carinhosos da torcida
Judivan
- Acho que moto! Acho que fica mais legal - opina o atacante celeste, que já havia atuado na temporada passada, nos dois últimos jogos do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro.
Natural de São Carlos, interior de São Paulo, Judivan chegou às categorias de base do Cruzeiro em 2010. Depois de não ser aprovado em testes no Grêmio e no São Paulo, o jogador se firmou em Belo Horizonte e passou a ser observado pelo treinador Marcelo Oliveira, que o promoveu aos profissionais em agosto da última temporada. Com a boa fase, o jogador promete que quer cavar uma vaga no time gradativamente.  
- Eu não tenho pretensão de me tornar titular logo de cara. Tenho trabalhado muito para estar jogando e evoluir, o que é muito importante para mim e principalmente ajudar o Cruzeiro. O Marcelo sabe trabalhar bem os jogadores que sobem da base para os profissionais. Ele sabe a hora certa em me escalar. 
O jovem de 19 anos chama atenção pela humildade. Sem correntes, joias e relógios muito comuns aos jogadores de futebol, apenas a aliança na mão esquerda brilha forte. Casado com Tatiane desde o ano passado, ele seguiu o caminho de outros jovens atletas revelados na Toca da Raposa, como Mayke, Élber, Alisson. Todos, apesar da pouca idade, já são casados. Mas, Judivan garante que não foi influenciado.  
Judivan e a esposa Tatiane (Foto: Maurício Paulucci)
Judivan segue revelações de outras revelações do Cruzeiro e já 
está casado com Tatiane (Foto: Maurício Paulucci)
- Eu não posso falar no geral, mas eu conheci uma pessoa maravilhosa que me ajudou muito. Nos amamos bastante e resolvemos nos casar - contou o jogador que, após morar seis meses na casa dos sogros, mudou-se para sua própria casa com Tatiane. Estabelecido em Belo Horizonte, o atacante não esconde o carinho pelo Cruzeiro e garante não ter vontade de se transferir para a Europa agora. Judivan quer fazer história e virar ídolo na Raposa. 
- Eu estou no Cruzeiro há quase cinco anos, hoje eu não me vejo em outro clube. Eu não tenho o pensamento de ir para a Europa agora. Eu quero primeiro fazer meu nome e fazer história no Cruzeiro e estou trabalhando para isso. 
Cristiano Ronaldo mostra a bola de ouro (Foto: EFE)Cristiano Ronaldo é a inspiração para Judivan: "Jogador fora do normal", opina (Foto: EFE)
Romarinho quer ser CR7
Nas categorias de base do Cruzeiro, Judivan era chamado de Romarinho, por suas semelhanças físicas com o ex-atacante Romário e pelo alto aproveitamento de gols. O jovem gosta de atuar nas beiradas do campo, mas tem treinado mais centralizado com Marcelo Oliveira, para atuar na posição em que jogava Ricardo Goulart. Para os que ainda não o conhecem, Judivan faz uma pequena apresentação. 
- Eu me vejo como um jogador rápido e de muita força, com um pouco de habilidade que procura o gol o tempo todo. Eu pego na bola e já estou pensando como vou chegar no gol adversário.  
As referências são as melhores possíveis. Apesar de admirar o sueco Ibrahimovic, a maior inspiração de Judivan é o melhor jogador do mundo. 
- Meu ídolo é o Cristiano Ronaldo, e eu me espelho nele. Jogador fora do normal, chuta de esquerda, de direita, faz gol de cabeça, pra mim é um jogador completo. Mas tem um jogador que eu sou muito fã que é o Ibrahimovic. Os dois são os top do futebol mundial. 

Acompanhe o Portal:
©Copyright 2014-2015 • Cruzeiro Torcedor Oficial

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por Comentar!

0
Na maioria das rodovias, a velocidade máxima permitida para vans e micro-ônibus é de 90 quilômetros por hora. Para as motos, 110 quilômetros por hora. O atacante do Cruzeiro, Judivan já mostrou que o estilo de jogo não faz jus ao final do nome. Mostrou que tem estrela e velocidade. Em quatro jogos com a camisa celeste chamou atenção dos torcedores por sua personalidade e ousadia. O primeiro gol, contra o Shakhtar, neste domingo, foi uma arrancada tão veloz que o fez ganhar alguns apelidos. 
- Agora tem as brincadeiras. Estão me chamando de Judimoto, Judi Van Persie, Judiavião. Tem várias. São apelidos carinhosos da torcida. 
Judivan recebeu o nome de sua avó, em homenagem a um falecido tio-avô. E o atacante mostra que tem muito bom humor. Leva as brincadeiras numa boa e garante que se tiver que escolher um dos apelidos fica a motocicleta, por causa de velocidade. 
Estão me chamando de Judimoto, Judi Van Persie, Judiavião. Tem várias. São apelidos carinhosos da torcida
Judivan
- Acho que moto! Acho que fica mais legal - opina o atacante celeste, que já havia atuado na temporada passada, nos dois últimos jogos do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro.
Natural de São Carlos, interior de São Paulo, Judivan chegou às categorias de base do Cruzeiro em 2010. Depois de não ser aprovado em testes no Grêmio e no São Paulo, o jogador se firmou em Belo Horizonte e passou a ser observado pelo treinador Marcelo Oliveira, que o promoveu aos profissionais em agosto da última temporada. Com a boa fase, o jogador promete que quer cavar uma vaga no time gradativamente.  
- Eu não tenho pretensão de me tornar titular logo de cara. Tenho trabalhado muito para estar jogando e evoluir, o que é muito importante para mim e principalmente ajudar o Cruzeiro. O Marcelo sabe trabalhar bem os jogadores que sobem da base para os profissionais. Ele sabe a hora certa em me escalar. 
O jovem de 19 anos chama atenção pela humildade. Sem correntes, joias e relógios muito comuns aos jogadores de futebol, apenas a aliança na mão esquerda brilha forte. Casado com Tatiane desde o ano passado, ele seguiu o caminho de outros jovens atletas revelados na Toca da Raposa, como Mayke, Élber, Alisson. Todos, apesar da pouca idade, já são casados. Mas, Judivan garante que não foi influenciado.  
Judivan e a esposa Tatiane (Foto: Maurício Paulucci)
Judivan segue revelações de outras revelações do Cruzeiro e já 
está casado com Tatiane (Foto: Maurício Paulucci)
- Eu não posso falar no geral, mas eu conheci uma pessoa maravilhosa que me ajudou muito. Nos amamos bastante e resolvemos nos casar - contou o jogador que, após morar seis meses na casa dos sogros, mudou-se para sua própria casa com Tatiane. Estabelecido em Belo Horizonte, o atacante não esconde o carinho pelo Cruzeiro e garante não ter vontade de se transferir para a Europa agora. Judivan quer fazer história e virar ídolo na Raposa. 
- Eu estou no Cruzeiro há quase cinco anos, hoje eu não me vejo em outro clube. Eu não tenho o pensamento de ir para a Europa agora. Eu quero primeiro fazer meu nome e fazer história no Cruzeiro e estou trabalhando para isso. 
Cristiano Ronaldo mostra a bola de ouro (Foto: EFE)Cristiano Ronaldo é a inspiração para Judivan: "Jogador fora do normal", opina (Foto: EFE)
Romarinho quer ser CR7
Nas categorias de base do Cruzeiro, Judivan era chamado de Romarinho, por suas semelhanças físicas com o ex-atacante Romário e pelo alto aproveitamento de gols. O jovem gosta de atuar nas beiradas do campo, mas tem treinado mais centralizado com Marcelo Oliveira, para atuar na posição em que jogava Ricardo Goulart. Para os que ainda não o conhecem, Judivan faz uma pequena apresentação. 
- Eu me vejo como um jogador rápido e de muita força, com um pouco de habilidade que procura o gol o tempo todo. Eu pego na bola e já estou pensando como vou chegar no gol adversário.  
As referências são as melhores possíveis. Apesar de admirar o sueco Ibrahimovic, a maior inspiração de Judivan é o melhor jogador do mundo. 
- Meu ídolo é o Cristiano Ronaldo, e eu me espelho nele. Jogador fora do normal, chuta de esquerda, de direita, faz gol de cabeça, pra mim é um jogador completo. Mas tem um jogador que eu sou muito fã que é o Ibrahimovic. Os dois são os top do futebol mundial. 

Acompanhe o Portal:
©Copyright 2014-2015 • Cruzeiro Torcedor Oficial

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário. Não publicamos neste blog comentários com palavras de baixo calão, denúncias levianas e troca de ofensas entre leitores.

 
Layout por Layous Ceu Azul | Cruzeiro Torcedor | por: Willian Ernani